Comer & Beber

Melhor vinho brasileiro, segundo os franceses, custa R$ 50

Realizado anualmente em Bourg Sur Gironde, na França, o Citadelles du Vin é um dos principais canais para apresentação aos franceses de vinhos produzidos no mundo todo. Geralmente, 75% dos concorrentes no concurso são rótulos estrangeiros.

Na mais recente edição, realizada em março, o Brasil fez boa presença. Catorze rótulos brasileiros levaram medalhas de ouro e prata. Desses, oito foram concedidos para rótulos de vinhos finos e seis para espumantes.

O destaque foi o Aliança Chardonnay 2020, da Cooperativa Nova Aliança, de Flores da Cunha (RS), que além da medalha de ouro levou o Prêmio Especial do Brasil, o que o elege como o melhor brasileiro da competição. E o bom é que esse não é um vinho caro, custo R$ 49,90 no site da cooperativa.

Confira a lista dos vinhos brasileiros que mais agradaram ao paladar dos franceses:

Prêmio Especial do Brasil e Medalha de Ouro
Aliança Chardonnay 2020 – Cooperativa Nova Aliança

Medalha de Ouro
Casa Valduga Gran Leopoldina Chardonnay 2020 – Casa Valduga Vinhos Finos
Garibaldi VG Espumante Extra Brut – Cooperativa Vinícola Garibaldi
Gazzaro Chardonnay 2020 – Vinícola Gazzaro
Ponto Nero Cult Brut – Ponto Nero
Zanotto Chardonnay 2020 – Vinícola Campestre
Zanotto Gewurztraminer 2020 – Vinícola Campestre
Zanotto Sauvignon Blanc 2020 – Vinícola Campestre

Medalha de Prata
Aurora Reserva Chardonnay 2018 – Cooperativa Vinícola Aurora
Casa Valduga 130 Blanc de Blanc – Casa Valduga
Garibaldi Espumante Prosecco Rosé – Cooperativa Vinícola Garibaldi
Villaggio Bassetti Sauvignon Blanc 2020 – Villaggio Bassetti
Zanotto Espumante Brut 2020 – Vinícola Campestre
Zanotto Espumante Moscatel – Vinícola Campestre

O concurso, que reuniu 50 degustadores e cerca de mil amostras de 30 países, tem a patronagem da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), maior instituição do setor no mundo, além de ser membro da Federação Mundial de Grandes Concursos Internacionais de Vinhos e Destilados (Vinofed).

“O Brasil passou por uma revolução no setor vitivinícola nos últimos 20 anos. E hoje o que vemos são vinhos e espumantes de alta qualidade, sendo reconhecidos mundialmente por quem entende do assunto. É gratificante testemunhar estas conquistas e ver que aqui os brasileiros também estão percebendo esta qualidade, descobrindo e aprovando o nosso vinho”, diz o presidente da ABE, enólogo André Gasperin.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: