Planeta Flix

10 flmes dirigidos por mulheres para assistir na Netflix

Por muito tempo, foi notório o domínio masculino no mundo do cinema. A história da sétima arte está repleta de grandes diretores, enquanto às mulheres era reservado papéis somente diante das câmeras. Aqui e ali surgia uma exceção, como a brasileira Ana Carolina ou a polonesa Agnieszka Holland, por exemplo.

Pouco a pouco, porém, essa situação vem sendo revertida. É cada vez maior o número de filmes assinados por mulheres diretoras, produzidos em todos os cantos do mundo. E dos bons. Aproveitando o Dia Internacional da Mulher, listamos aqui 10 desses filmes, todos disponíveis na Netflix.

Tallulah (Estados Unidos, 2016), de Sian Heder
Roteirista de séries como Glow e The Orange Is the New Black, Sian Heder estreou como diretora de longas neste drama/comédia sobre jovem que tira um bebê de sua mãe irresponsável e finge que a criança é sua. Para cuidar, conta com ajuda da mãe do ex-namorado, a quem convence de que é avó. Com Elliot Page (foto acima) e Allison Janney.

My Happy Family (Georgia/Alemanha, 2017), de Nana Ekvtimishvili e Simon Groß
Segundo longa da diretora georgiana Nana Ekvtimishvili, também autora do roteiro. Mulher de 52 anos decide sair da casa onde vive com os pais, marido e filho para morar sozinha. Uma história que se passa em Tbilisi (capital da Georgia), mas pode se passar em qualquer cidade do mundo.

O Animal Cordial (Brasil, 2017), de Gabriela Amaral Almeida
Em seu primeiro longa-metragem, Gabriela Amaral Almeida se aprofunda no gênero horror, que já vinha exercitando em curtas como A Mão que Afaga. O horror, no caso, é vivido por um dono de restaurante que precisa enfrentar uma dupla de assaltantes. Com Murilo Benício.

Lady Bird (Estados Unidos, 2017), de Greta Gerwig
Decidida a fazer faculdade longe de Sacramento, Califórnia, onde mora, garota de forte personalidade enfrenta a mãe, as obrigações estudantis no colégio católico e o primeiro namoro. O filme revelou o talento da atriz Greta Gerwig como roteirista e diretora e recebeu cinco indicações ao Oscar. Com Saoirse Ronan.

The Forty Year Old Version (Estados Unidos, 2020), de Radha Blank
Radha Blank escreve, dirige e atua neste mix de drama e comédia sobre dramaturga nova-iorquina que aos 40 anos, enfrentando estigmas e preconceitos, procura se reinventar como rapper. Não por acaso a personagem que ela interpreta se chama… Radha.

Como Nossos Pais (Brasil, 2017), de Laís Bodanzky
As dificuldades de uma mulher em conciliar os papéis de mãe, filha, esposa e carreira profissional. Diretora de outros grandes filmes, como Bicho de Sete Cabeças e As Melhores Coisas do Mundo, Laís Bodanzky faz aqui uma abordagem atualíssima da condição feminina. Com Maria Ribeiro.

A Livraria (Reino Unido/Espanha, 2017), de Isabel Coixet
Adaptação de romance de Penelope Fitzgerald. Em 1959, mulher chega a pequena cidade inglesa e enfrenta a resistência de locais ao resolver abrir uma livraria. De Isabel Coixet, a Netflix tem também a minissérie Elisa y Marcela, além do documentário Palabras, Mapas, Secretos y Otras Cosas, de Elena Trapé, sobre o trabalho da cineasta espanhola. Com Emily Mortimer.

Quando a Vida Acontece (Áustria, 2020), de Ulrike Kofler
Montadora de cinema e TV, Ulrike Kofler estreia como diretora e roteirista neste drama sobre casal que enfrenta dificuldades para ter um filho. A relação dos dois é posta à prova quando eles vão passar um verão na Sardenha e conhece outro casal.

A Arte de Amar (Polônia/Alemanha, 2017), de Maria Sadowska
A história de Michalina Wislocka, famosa sexóloga na Polônia comunista, é contada com muito senso de humor, mas sem perder o propósito de mostrar a importância da liberdade e do conhecimento para a vida individual. Maria Sadowska tem 20 anos de carreira em seu país, como roteirista, diretora e atriz.

Um Senhor Estagiário (Estados Unidos, 2015), de Nancy Meyers
Nancy Meyers é roteirista e diretora experiente em Hollywood, com especialidade em comédias. Esta, leve e divertida, conta com Robert De Niro no papel de um aposentado que resolve continuar na ativa e conquista uma vaga um estagiário sênior em um site de moda. Niro contracena com ‎Anne Hathaway‎.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: