Planeta Flix

De Reagan a Trump, a política americana em cinco filmes

Na terça (3/11), um apresentador de reality show tentará ser eleito novamente presidente dos Estados Unidos. Se há alguns anos este surreal enredo poderia ser até considerado mais estranho do que a ficção, creiam, é a mais pura verdade. No entanto, não é o primeiro cruzamento dos mais altos escalões da política americana com o mundo do entretenimento.

Home Alone 2
Trump: de protagonista na Casa Branca a figurante em Esqueceram de Mim 2

Talvez um dos exemplos mais emblemáticos seja o de Ronald Reagan, conhecido ator dos anos 1930 até 1965. Ele trocou os sets de filmagem pelo importante cargo de “líder do mundo livre” na década de 1980, exercendo o cargo por dois mandatos.

Antes e depois disso, Hollywood se mantém atenta aos desdobramentos da política, retratando presidentes e grandes fatos históricos em diversos filmes. Inspirado pelo clima das eleições americanas, vale conferir cinco destes filmes que estão disponíveis em plataformas de streaming.

Em tempo: resta saber se continuaremos a ver Trump no Salão Oval ou apenas em uma participação especial em Esqueceram de Mim 2 – Perdido em Nova York. A saber.

JFK – A Pergunta que Não Quer Calar (1991)
No épico de Oliver Stone, o assassinato de Kennedy é o tema. O fato, um dos mais brutais e lembrados de todos os tempos, tem sua investigação destrinchada. O clima é de thriller, não de documentário, por isso as mais de três horas passam mais rápido do que se possa pensar. Stone se especializou em retratar presidentes no cinema: têm a assinatura dele as biografias Nixon (1995), com Anthony Hopkins, e o menos badalado W., sobre George W. Bush. Disponível na Netflix e na Amazon Prime Vídeo.

Jackie
Nathalie Portman nem Jackie

Jackie (2016)
John Fitzgerald Kennedy é um dos presidentes mais queridos da história americana. Não só ele. Sua esposa, Jacqueline, também virou figura mítica, principalmente por ter se mantido em silêncio nos anos que se seguiram ao assassinato do marido. A única vez em que se manifestou publicamente sobre o assunto, numa entrevista para a revista Life, virou o mote de Jackie, produção estrelando Natalie Portman. Disponível na Netflix.

Frost/Nixon (2008)
A presidência de Richard Nixon esteve intrinsecamente ligada ao papel da imprensa. Ela, ao final das contas, foi a responsável por derrubá-lo, vide o escândalo Watergate denunciado por jornalistas no livro, depois filme, Todos os Homens do Presidente. Outro escândalo daquela administração ganhou versão cinematográfica em The Post – Guerra Secreta. Mas em Frost/Nixon, o presidente, na pele de Frank Langella, aparece após os acontecimentos que o derrubaram, preparando-se para uma reveladora entrevista em 1977. Disponível para aluguel no Now.

Vice
Christian Bale, irreconhecível, em Vice

Lincoln (2013)
Um dos mais emblemáticos presidentes americanos, assassinado em 1865, é o tema dessa premiada produção de 2012. No papel do estadista, aliás, Daniel Day-Lewis (na foto lá de cima) faturou seu terceiro Oscar. Com outros bons nomes no elenco, Sally Field, Joseph Gordon-Levitt, Tommy Lee Jones, Lincoln tem assinatura de peso: foi dirigido por Steven Spielberg. Disponível para aluguel no YouTube Filmes.

Vice (2018)
Difícil reconhecer pela foto, mas o bonitão Christian Bale é quem assume a forma de Dick Cheney, vice-presidente americano retratado neste longa de 2018. Número dois no comando em épocas de George W. Bush, 11 de setembro e das guerras do Afeganistão e Iraque, ele é o tema central da fita que conta um capítulo bastante recente dos Estados Unidos. Disponível para aluguel no Now.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: