Livros Visuais

João Farkas registra em livro a beleza e a agonia do Pantanal

Fotogênico por natureza, o Pantanal brasileiro já foi assunto de ensaios e mais ensaios fotográficos. Fugir do lugar comum exigiu muito esforço do fotógrafo paulistano João Farkas quando selecionou as imagens que compõem Pantanal, livro de fotografias que ele lança pela Edições Sesc São Paulo (160 págs., R$ 150).

Farkas  define o livro como “um olhar autoral com imagens que fogem do documental e trazem uma visão pessoal, por vezes idílica, por vezes dramática”. Para chegar a isso, ele se debruçou sobre material coletado em dez viagens que fez à região, ao longo de cinco anos.

João Farkas_ Pantanal

“O que motivou a trabalhar na documentação do Pantanal foi a rapidez com que a paisagem está se transformando e o risco iminente da repetição de desastres ambientais na região, com o assoreamento dos rios e a alteração do regime de chuvas, das cheias e vazante”, ele explica.

A partir disso, ele reuniu 80 imagens panorâmicas da flora e da fauna, que se mesclam a retratos dos habitantes da região, procurando mostrar o Pantanal de uma perspectiva pouco conhecida, mostrando por um lado as ameaças que existem e, por outro, o bioma que resiste.

João Farkas _ Pantanal

“O partido que adotamos foi tentar mostrar a extrema beleza, diversidade e o valor inestimável daquilo que está se perdendo”, diz o fotógrafo. “Mas a partir da quarta expedição passei a procurar também imagens poderosas que traduzissem essas ameaças e a sensação de urgência”.

A relação de João Farkas com o Pantanal é bastante íntima. Ele é um dos organizadores do Documenta Pantanal, iniciativa que reúne profissionais e instituições em torno de ações e projetos que contribuam para documentar a região, divulgar sua beleza e valor cultural e natural e promover o diálogo entre forças produtivas, academia e instituições/organizações em busca de soluções.

No ano passado, ele codirigiu com Jorge Bodanzky o filme Ruivaldo, O Homem que Salvou a Terra, em que, a partir do personagem principal, mostra a luta diária de sobrevivência diante das consequências do assoreamento do Rio Taquari. A realização do filme deu origem à criação da Documenta Pantanal, que lança o livro em parceria com Edições Sesc.

João Farkas _ Pantanal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: