Cinema Música

In-Edit Brasil exibe online 60 documentários musicais

O Edit-Brasil – Festival Internacional de Documentário Musical segue o caminho de outros festivais de cinema e realiza em versão online sua 12ª edição, que será aberta nesta quarta-feira (09/09) e segue até 20 de setembro. Em 10 dias, serão exibidos 60 filmes, entre longas e curtas, que têm música e músicos como tema principal.

Criado em Barcelona em 2003, o Edit-Brasil é desde então realizado em diversos países. Além de Espanha, Chile, Grécia, Holanda. No Brasil, estreou em 2009. Toda a programação poderá ser acessada pela plataforma do festival in-edit-brasil.org e também através das plataformas Sesc Digital e Spcine Play, alguns com ingresso a R$ 3 e outros gratuitamente.

Variações filme portugues
Variações foi o filme mais visto em Portugal em 2019

Filmes portugueses
Além da transmissão online, outra novidade da 12ª edição é a Mostra Portugal, realizada em parceria com o Instituto Camões, a Embaixada de Portugal e a agência de música Conecting Dots. A mostra traz cinco documentários musicais recentes mais destacados do país .

“Com o forte crescimento da economia portuguesa, a oferta de documentários musicais no país tem crescido como nunca”, conta o diretor artístico do In-Edit Brasil, Marcelo Aliche. Um dos destaques é Variações, de João Maia.

O filme – que terá sua pré-estreia brasileira no festival – conta a história de Antônio Variações (1944-1985), cantor e compositor português controverso e de trajetória curta, que influenciou toda uma geração de músicos no início dos anos 1980.

Porfírio Do Amaral A Verdade Sobre o Samba
Chico Buarque em Porfírio do Amaral: A Verdade Sobre o Samba, em competição

Do Brasil e do mundo
A produção brasileira está representada em quatro mostras – Competição Nacional, Mostra Brasil, Brasil.Doc e Curtas Brasileiros – que trazem filmes sobre Dorival Caymmi, Pitty, Arto Lindsay, Mestre Cupijó, banda Flicts, Quebradeiras de Coco Babaçu, Felipe Cordeiro, Walter Smetak, Autoramas, Amaro Freitas, Mateus Aleluia, Elton Medeiros, o compositor e violonista Aníbal Augusto Sardinha, o Garoto, entre outros.

Entre os 22 filmes internacionais, todos inéditos, estão The Quiet One, de Oliver Murray, versão da história do baixista Bill Wyman, dos Rolling Stones, White Riot, sobre o movimento Rock Against Racism, apoiado por bandas como The Clash e Steel Pulse, e ainda filmes sobre Johnny Cash, Charles Aznavour e Kate Nash.

Uma masterclass com o diretor inglês Julien Temple (Absolute Beginners) mediada pelo jornalista André Barcinski; debates e entrevistas com diretores e shows com Autoramas, Felipe Cordeiro e Flicts, transmitidos ao vivo do Espaço Som (SP), completam a programação que pode ser conferida no site do Edit-Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: