Planeta Flix

A genialidade de Georges Simenon em 5 filmes no Prime

O título de mestre da literatura policial acaba por ofuscar a amplitude da obra do escritor belga Georges Simenon (1903-1989). Conhecido, principalmente, como criador do Comissário Maigret, personagem de 75 novelas e 30 contos. Simenon teve longa e produtiva carreira. Entre os anos 1930 e 1970, escreveu mais de 200 romances e 155 contos.

A partir de 1973, se dedicou apenas a textos autobiográficos. Foram 25 obras, sobre as quais estudiosos do autor desconfiam que há mais imaginação que veracidade nos fatos narrados. É certo, no entanto, que a vida de Georges Simenon teve lances dramáticos, o que inclui o suicídio da única filha e a internação da segunda mulher, por problemas psiquiátricos.

É provável que essas experiências pessoais tenham reforçado a descrença no ser humano característica do taciturno Comissário Maigret, mas também presente em obras de Simenon que passam longe das investigações do personagem, a exemplo de cinco histórias do autor transformadas em filmes que estão disponíveis no Prime Vídeo.

Os cinco romances inspiradores dos filmes fazem parte do que o autor chamou “roman dur”, obras que não tratam necessariamente de um crime, mas são construídas a partir da riqueza psicológica dos personagens, inclusive os secundários.

Já exibidos aqui pelo canal Eurochannel, Até o Inferno (2009), Em Caso de Má Sorte (2010), As Escadas de Ferro (2013), A Bola Preta (2015) e A Morte de Augusto (2015) foram produzidos para a TV francesa. Na maioria, são dirigidos por Denis Malleval. A exceção é Em Caso de Má Sorte, que ficou a cargo de Jean-Daniel Verhaeghe e é justamente o mais fraco dos cinco.

Talvez pelo excesso de liberdades tomadas na adaptação. A história contada no romance En Cas de Malheur, escrito em 1956, é transposta para os dias atuais, explorando relações lésbicas, tráfico de drogas e baladas moderninhas. Verhaeghe rompe com qualquer sutileza possível e quebra o clima em relação aos demais filmes do pacote.

Denis Malleval (que tem outros dois filmes no Prime, A Estranha Perfeita e As Mães do Terceiro Reich) cria filmes convencionais, mas eficientes ao explorar essa complexidade psicológica proposta Georges Simenon. Principalmente em A Bola Preta e A Morte de Augusto, que acabam sendo os dois melhores dos cinco.

Nestas histórias há, mais que um suspense, um desconforto que indica que nada pode acabar bem. A natureza humana parece ser mais forte do que a vontade do autor em criar finais felizes. O resultado são obras que situam George Simenon entre os grandes romancistas do século 20, sem que seja preciso enquadrá-lo a um gênero.

Os filmes e os livros que os inspiraram:

Simenon A Bola Preta

A Bola Preta (2015), do livro La Boule Noire (1955)
Gerente de supermercado tenta fugir de suas origens para ser aceito socialmente, inclusive como membro do Clube Desportivo da cidade.

Simenon A Morte de Auguste

A Morte de Augusto (2015), do livro La Mort d’Auguste (1966)
Após a morte de um velho dono de restaurante, seus três filhos entram em conflito por causa da herança, já que o pai não deixou testamento.

Simenon Até o Inferno

Até o Inferno (2009), do livro La Mort de Belle (1951)
Professor e sua esposa hospedam jovem estudante, irmã de amiga da mulher. A moça é encontrada morta e o professor é suspeito.

Simenon As Escadadas de Ferro

As Escadas de Ferro (2013), do livro L’Escalier de Fer (1953)
Marido desconfia que está sendo envenenado pela mulher, obcecada em manter a juventude e por relacionamentos com homens mais jovens.

Simenon Em Caso de Má Sorte

Em Caso de Má Sorte (2010), do livro En Cas de Malheur (1956)
Jovem DJ, dividida entre a cocaína, a namorada e a cama do patrão, se envolve em tentativa de roubo e conta com ajuda de experiente advogada para sair da confusão em que se meteu.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: