Teatro

Performance virtual terá 1 segundo de dança por cada vítima do Covid

Performers dos estados da Paraíba, Pernambuco, Bahia e Rio de Janeiro vão se unir numa performance virtual que se prolongará por quase 30 horas em memória das vítimas do Covid-19 no Brasil. Cada segundo de dança será por um morto, o que está explícito no nome da apresentação:  Covid-A: um segundo de dança por cada vida interrompida.

A performance começa no dia 16 de agosto, exatamente cinco meses depois do primeiro óbito registrado no país, em 16 de março. A transmissão ao vivo começará às 16h, através do blog www.projetocovida.wordpress.com, seguirá pela noite, madrugada e continuará no dia 17 de agosto pela quantidade de segundos referente à quantidade de mortes contabilizadas até lá.

Covid-A é uma construção coletiva proposta pelo grupo de Pesquisa Cosmover: Dança em Perspectivas Pluriepistêmicas do Departamento de Artes Cênicas da UFPB, coordenado por Carolina Laranjeiras e Valéria Vicente. Está sendo articulado através de reuniões on-line e tudo foi pensado coletivamente para tornar a performance acessível ao maior número de pessoas possível.

“Nossa ação parte de um encontro artístico e afetivo, que reflete sobre o contexto de descaso do governo brasileiro em relação as mais de 100 mil vítimas fatais da Covid-19 e as condições de resistência e de vulnerabilidade social impostas pela pandemia”, explicam as organizadoras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: