Música

Adriana Calcanhotto traduz o caos em Só, álbum e vídeo

“A musa não se Medusa. Contra o caos faz música”. Levando à prática a frase de Humberto de Campos, Adriana Calcanhotto lança nesta sexta-feira (29/05) o álbum , produzido em apenas 11 dias, durante esta temporada de quarentena. O disco já está disponível em todas as plataformas digitais.

Mas não é só isso: Adriana lançou também hoje um vídeo de 30 minutos, gravado quatro dias atrás, dentro do quarto da artista, em dois planos-sequência. O “clipão” pode ser visto no YouTube.

Ao romantismo de Ninguém na Rua e Era Só, duas belas canções que abrem o álbum, se contrapõe o olhar crítico do momento por que passamos em O que Temos (“o que temos são janelas,o que temos são panelas”), Sol Quadrado (fácil identificar de quem ela está falando) e no divertidíssimo funk Bunda Le Lê (um chamado para quem insiste em permanecer na ignorância).

Adriana Calcanhotto deu entrevista ao G1 explicando o surto criativo que a fez produzir Só em tempo tão curto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: