Coletivos eletrônicos se unem para ajudar DJ

Doze coletivos de festas de música eletrônica de Brasília se reúnem no SubDulcina (SDS) no próximo dia 2 de fevereiro em torno de uma boa causa. A festa vai arrecadar dinheiro para a campanha #DaiAnotherDay, para ajudar a DJ Dai Monteiro (foto acima).

Dai, de 33 anos, está fazendo tratamento de câncer no colo uterino em estágio avançado, na DJ Dai Monteiro. Para ajudá-la nos custos, foi criada a campanha on-line #DaiAnotherDay na plataforma Vakinha.

Oakley BRCom a festa do dia 2 de fevereiro, amigos e conhecidos de Dai Monteiro querem contribuir para aumentar o valor arrecadado. “A Dai é uma pessoa incrível, uma das primeiras pessoas que conheci na noite brasiliense”, conta o DJ e produtor Tonny Rocks.

Integrante dos coletivos Vapor e Crazy Cake Crew, Tonny ressalta: “Sua personalidade forte, sua forma de viver a vida um dia de cada vez, suas vitórias é algo que me faz olhar pra ela como mulher forte, solidária e sonhadora que preenche os espaços por onde passa”

Dai morava em Ceilândia quando sonhava ser DJ. Em 2015, ganhou um concurso promovido pelo 5uinto e não parou mais. Abriu noites para nomes internacionais como Tomas Schumacher, Brita Arnold, Dashdot, Sonic Future e Third Son.

Tocou em festas como 5uinto, Sujo e Vapor e passou a integrar o coletivo feminino M.A.N.A.S. “Assim que ficamos sabendo do diagnóstico, começamos a bolar estratégias para ajudá-la nesse momento tão delicado”, acrescenta Paula Torelly, sua colega no M.A.N.A.S.

BSB Disco Club faz temporada de verão no UK
Okubo fotografa vaginas de mulheres cis e trans

“Várias pessoas da cena musical da cidade se uniram para arrecadar recursos para o tratamento dela e isso encheu nossos corações de esperança e fé”, diz Paula. O M.A.N.A.S. é um dos 12 coletivos que tocarão no SubDulcina no dia 2 de fevereiro.

Os outros são SNM, CCCP, Balada Em Tempos de Crise,5uinto, Sujo, Vapor, Parque Sonoro, Boogie, Sintra, AfreakA  e F E M E. “A festa #DaiAnotherDay acaba sendo também uma grande confraternização entre os vários coletivos”, observa Tarcisio Boquady, um dos organizadores da campanha.

Pagando os custos mínimos da festa, todo o lucro será revertido para a campanha, assim como 100% do lucro do bar. Houve concessão de equipamentos de som, iluminação, local e trabalho voluntário em diversas áreas.

____________________

Festa #DaiAnotherDay – A União Pela Cura
Dia 2/2 das 22h às 7h30, no SubDulcina (Setor de Diversões Sul). Ingressos a R$ 20 (antecipado no Sympla) e R$ 30 (na hora).

Anúncios