Forró e eletrônica para fechar o ano de 2018

Às vésperas do dia 1º de janeiro, as atenções e energias estão voltadas para a noite da virada, mas quem quiser começar a festejar já no fim de semana terá alternativas. Eis aqui duas sugestões, aliás, de estilos bem diferentes, mas igualmente promissoras.

Antes que 2018 acabe, o Forró de Vitrola realiza uma última edição para fechar o ano. Vai ser domingo (30/12), na Cervejaria Criolina (SOF Sul), com Cacai Nunes no comando do som, como sempre.

DivvinoCinema e Transcendência segue até 6/1 no CCBB
Dois restaurantes para conhecer no Noroeste 

Só que desta vez ele dividirá as picapes com o convidado DJ Vhinny, nome conhecido do circuito de forró de Belo Horizonte (MG). “Vamos abalar as estruturas do galpão da Cervejaria Criolina com um baile daquele jeito que a gente tanto gosta”, promete Cacai.

O forró começa às 18h e segue até meia-noite. Quem chegar antes das 19h paga menos, somente R$ 15. Depois desse horário, o ingresso custará R$ 20. Aniversariantes de dezembro não pagam (é só mostrar a RG).

No mesmo dia, na Pink Elephant (SCES), outra dupla de DJs, os dois vindos da França, fazem festa com outra pegada, eletrônica. Tito e Arno Cost (foto no alto da página) tocam no pré-reveillon da casa noturna à beira do Lago Paranoá.

Tito é do sul da França e já tocou em muita casa noturnas da Riviera Francesa. Arno Cost começou a carreira no fim dos anos 1990 e desde 2007 é um dos principais destaques da cena eletrônica francesa.

A casa abre às 23h, com ingressos a R$ 50 (meia) e R$ 100 (inteira) para as mulheres e R$ 70 (meia) e R$ 140 (inteira) para os homens. Os valores valem para a pré-venda no app Pink Elephant, disponível para Android e IOS.