BIFF exibe 40 filmes de 17 países em dez dias

O BIFF (Brasília International Film Festival) dá início a sua sexta edição nesta sexta-feira (9/11) com a exibição, no Cine Brasília, de Infiltrado na Klan (foto no alto), mais novo filme do diretor americano Spike Lee, que terá mostra especial dentro do evento.

Ao longo de dez dias, o BIFF vai exibir 40 filmes, finalizados entre 2017 e 2018, na Alemanha/México, Brasil, Eslovênia, França, China, Coreia do Sul, Dinamarca, Suécia, Itália, Nigéria, Peru, Argentina, Espanha, Vietnã, Polônia e Colômbia.

Dezesseis deles integram as mostras competitivas, de ficção e de documentários — oito concorrentes cada uma. Entre os de ficção estão Fuga, segundo longa da polonesa Agnieszka Smoczynska, e os filmes de estreia do sueco-dinamarquês Gustav Möller, Culpa, e do chinês Sheng Qiu, Pássaros Suburbanos.

O Brasil aparece na mostra competitiva de documentários, com La Manuela, de Clara Linhart, sobre a jornalista e professora universitária franco-brasileira Manuela Picq Lavinas, presa em 2015 numa manifestação em Quito, Equador.

Outros destaques na competição documental é o peruano Nada Resta Além de Nossa Ternura, de Sébastien Jallade, e Cartas a Inger, da francesa Maria Lucia Castrillon — os dois diretores estarão presentes no BIFF.

Os demais filmes farão parte das mostras paralelas. Em Grandes Pré-Estreias, destacam-se títulos como Guerra Fria, do polonês Pawel Pawlikowski, premiado como melhor diretor do Festival de Cannes 2018, e Utoya – 22 de Julho, do norueguês Erik Poppe, indicado ao Urso de Ouro de Berlim.

Utoya – 22 de Julho narra, numa visão muito pessoal, os mesmos ataques terroristas tratados em 22 de Julho, filme de Paul Greengrass em cartaz na Netflix. O longa de Poppe tem lançamento mundial previsto para 29 de novembro de 2018.

A Mostra Spike Lee será composta por seis filmes do diretor: A Última Noite, Faça a Coisa Certa, Febre na Selva, Irmãos de Sangue, Mais e Melhores Blues e Malcolm X –– vale lembrar que Lee ganha retrospectiva na cidade nos próximos dias no CCBB.

Memória BIFF traz dois filmes do diretor paraguaio Juan Carlos Maneglia: 7 Caixas (2012) e Numa Escola em Havana (2014). Já a Mundo Animado reúne uma coletânea de curtas e dois longas, o francês A Raposa Má e o brasileiro Tito e os Pássaros (ambos de 2018).

As sessões acontecerão no Cine Brasília, no Cine Cultura Liberty Mall e no Sesc Ceilândia. Sendo que nas duas primeiras será cobrado ingresso pelo preço normal de cada sala e no último a entrada é gratuita.

A programação completa e a sinopse dos filmes podem ser conferidos na página oficial do 6º BIFF (Brasília International Film Festival).

Anúncios