Comer & Beber

Slow Filme: mais um motivo para ir a Piri

Festival segue até domingo (16), destacando presença feminina na gastronomia

Um motivo a mais para ir a Pirenópolis neste fim de semana é a nona edição do Slow Filme — Festival Internacional de Cinema, Alimentação e Cultura Local. O evento começou na quinta (23/9) e segue até domingo (16/9).

Este ano, o Slow Filme destaca a presença feminina na gastronomia e
celebra a Itália, país que criou o movimento Slow Food. A mostra é composta de 11 longas, quase todos inéditos no Brasil, selecionados pelo crítico Sérgio Moriconi.

Evino

São filmes produzidos na Itália, França, Áustria, Portugal, Brasil, Austrália, República da Geórgia, Estados Unidos e Líbano. Um dos destaques é Meridiano do Vinho, da diretora e atriz georgiana Nana Jorjadze.

Meridiano do Vinho mostra, de maneira divertida, o processo tradicional de produção de vinho na Geórgia. No país do leste europeu, a produção ainda segue métodos de 8 mil anos atrás.

O tema desta edição, a presença feminina na gastronomia, é explorado em três filmes. O francês À Procura de Mulheres Chefs registra a presença de mulheres que lideram cozinhas de restaurantes, dão aulas, são ativistas e sommeliers.

A Procura de Mulheres Chefs
À Procura de Mulheres Chefs será exibido nesta sexta, às 18h30

Ama-san (Japão) trata das mulheres que se dedicam ao mergulho no mar em apneia, para recolher moluscos, algas e pérolas que lhes garantem o sustento. E Soufra (EUA/Líbano, foto no alto da página) é sobre uma empresa de food truck criada por mulheres num campo de refugiados ao sul de Beirute.

Entre uma e outra sessão, o Slow Filme traz programação que inclui degustações de vinhos georgianos e italianos e a oficina Comida e Gênero: uma Experiência Sensorial, com a antropóloga Kátia Karam e a comunicóloga Heliane Carvalho.

A Mentira Verde
A Mentira Verde (Áustria, 2018) discute conexões entre ecologia e economia

Confira a programação completa:

Quinta (13/9)
19h – Abertura oficial com exibição do longa Slow Food Story (74min), seguida de degustação de cervejas artesanais Santa Dica, produzida em Pirenópolis

Sexta (14/9)
16h – Ama-San (110min)
18h30 – À Procura de Mulheres Chefs (90min)
20h30 – Meridiano do Vinho (60min) —  sessão seguida de degustação de vinhos georgianos, oferecidos pela Embaixada da República da Geórgia

Sábado (15/9)
15h – Lorello e Brunello (85min)
16h30 – A Mentira Verde (97min)
19h – Soufra (73min)
20h30 – Sou Eu que Cozinho! (54min) — sessão seguida de degustação de vinhos e petiscos italianos, oferecidos pela Embaixada da Itália

Domingo (16/9)
15h – A Busca do Chef Ducasse (84min)
16h30 – Atum, Farofa & Spaguetti (95min)
18h30 – Churrasco (102min)

Confira as sinopes no site da Objeto Sim, organizadora do Slow Filme

__________________________________________

9º Slow Filme — Festival Internacional de Cinema, Alimentação e Cultura Local
Até 16/9, no Cine Pireneus (Rua Direita, Pirenópolis, Goiás). Mais informações no site da Objeto Sim, organizadora do evento.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: