Caio Fernando Abreu é tema de exposição

No dia 12 de setembro completam-se 70 anos de nascimento de Caio Fernando Abreu (1948-1996). Exatamente neste dia será inaugurada no Museu Nacional da República a exposição Caio Fernando Abreu – Doces Memórias, que revisita a obra do escritor gaúcho.

A mostra tem curadoria da pesquisadora Lara Souto Santana em parceria com as irmãs do escritor, Márcia de Abreu Jacintho e Cláudia de Abreu Cabral. Trechos da obra de Caio Fernando Abreu se casam a cenários que recriam os espaços onde viveu.

Seleção de Livros! Clique e confira.

Tendo como fio condutor a palavra do autor, Caio Fernando Abreu – Doces Memórias passeia pelas principais referências do homenageado: música, cinema, literatura, astrologia e arte.

Cartas, manuscritos, documentos e objetos pessoais — como a inseparável máquina de escrever e o laptop, que apelidou de Virginia Wolf e Robocop — foram emprestados pela família do autor e pelo Delfos — Espaço de Documentação e Memória Cultural (PUC-RS).

Caio Fernando Abreu Doces Memorias Foto Felipe Delangelo

Por meio de experiências sensoriais e recortes da trajetória de Caio Fernando Abreu, a mostra pretende proporcionar ao visitante a chance de rever, ouvir e sentir sua obra de maneira peculiar.

Autor de obras como O Ovo Apunhalado, Morangos Mofados, Os Dragões não Conhecem o Paraíso e Ovelhas Negras, Caio Fernando Abreu é um dos autores mais representativos da literatura brasileira das décadas de 1970 e 1980.

Foi três vezes contemplado com o Prêmio Jabuti e várias de suas histórias ganharam adaptação para o teatro e cinema — a exemplo de Sargento Garcia, Romance, Aqueles Dois e Onde Andará Dulce Veiga?

Caio Fernando Abreu Doces Memorias Foto Felipe Delangelo

“O Caio é possivelmente mais lido hoje em dia do que quando estava vivo. Muitas pessoas que o conheceram na internet acham que ele ainda está vivo. No site oficial, recebemos convites para a participação dele em palestras”, conta Liana Farias, produtora executiva da mostra.

“A exposição é importante para que todos conheçam de fato quem ele é”, ela conclui.  Caio Fernando Abreu – Doces Memórias será inaugurada na noite do dia 12 de setembro para convidados e abre ao público no dia seguinte.

______________________________________________

Caio Fernando Abreu – Doces Memórias
De 13/9 a 28/10, terça a domingo, das 9h às 18h30, na Galeria Acervo do Museu Nacional da República (Esplanada dos Ministérios). Entrada franca.

Anúncios