Festival de Brasília anuncia selecionados

Os filmes selecionados para as mostras competitivas do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro foram divulgados. De 742 filmes habilitados, foram escolhidos nove longas e 12 curtas, que serão exibidos no Cine Brasília entre 14 e 23 de setembro.

Três documentários — Bixa Travesty, de Claudia Priscilla e Kiko Goifman (SP), Bloqueio, de Quentin Delaroche e Victória Álvares (PE), e Torre Das Donzelas, de Susanna Lira (RJ) — foram incluídos na seleção de longas.

Os outros são Ilha, de Ary Rosa e Glenda Nicácio (BA), Los Silencios, de Beatriz Seigner (SP/Colômbia/França), Luna, de Cris Azzi (MG), New Life S.A., de André Carvalheira (DF), A Sombra do Pai, de Gabriela Amaral Almeida (SP) e Temporada, de André Novais Oliveira (MG).

Bixa Travesty
Premiado em Berlim, Bixa Travesty disputa o Festival de Brasília

A lista de curtas também inclui três documentários: Conte Isso Àqueles que Dizem que Fomos Derrotados, de Aiano Bemfica, Camila Bastos, Cristiano Araújo e Pedro Maia de Brito (PE/MG), Liberdade, de Pedro Nishi e Vinicius Silva (SP), e Sempre Verei Cores no seu Cinza, de Anabela Roque (RJ).

Entre os outros concorrestes, três vêm de São Paulo: Kairo, de Fabio Rodrigo; Mesmo com Tanta Agonia, de Alice Andrade Drummond, e Eu, Minha Mãe e Wallace, de Irmãos Carvalho (este em coprodução com Rio de Janeiro).

Os outros são Aulas que Matei, de Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia (DF), Boca de Loba, de Bárbara Cabeça (CE), Br3, de Bruno Ribeiro (RJ), Guaxuma, de Nara Normande (animação, PE), Plano Controle, de Juliana Antunes (MG), e Reforma, de Fábio Leal (PE).

Sempre Verei Cores no Seu Cinza / Reprodução
Sempre Verei Cores no Seu Cinza, na competição de curtas

A comissão de seleção de longas foi escolhida pelo diretor artístico do Festival de Brasília, Eduardo Valente, formada pela professora e pesquisadora Beatriz Furtado, a cineasta Érika Bauer; o escritor e cineasta Erly Vieira Jr. e o crítico de cinema Heitor Augusto.

Os curtas foram selecionados por comissão composta pela professoras e pesquisadoras Amaranta Cesar e Janaína Oliveira, o programador e editor Leonardo Bonfim e a produtora e curadora Thay Limeira.

Anúncios