Festival de Cinema LGBTI chega à 3ª edição

O Festival Internacional de Cinema LGBTI chega à terceira edição, exibindo 13 filmes, entre os dias 18 e 24 de junho, no auditório do Sesc Presidente Dutra (Setor Comercial Sul). Serão quatro documentários e nove ficções, em sessões com entrada franca.

Tom of Finland (2017)– visto recentemente na Mostra de Cinema Europeu — abre o festival, no dia 18, às 20h15. O filme de Dome Karukoski conta a vida do artista gráfico que ficou conhecido por seus desenhos homoeróticos hipersexualizados.

Uma curiosidade da seleção é Diferente dos Outros (1919), de Richard Oswald, um dos primeiros filmes alemães de temática homossexual, sobre um violinista de sucesso que se apaixona por um de seus alunos. Passa no dia 23/6, às 19h.

Confira a programação completa:

Dia 18/6
20h15 — Tom of Finland (Finlândia, 2017, de Dome Karukoski). Cinebiografia do artista gráfico finlandês que ficou conhecido por seus desenhos homoeróticos hiperssexualizados e que acabou se tornando ícone do movimento pelos direitos dos homossexuais em todo o mundo.

Dia 19/6
19h — Gayby Baby (Austrália, 2015, de Maya Newell). Documentário sobre a vida de quatro crianças filhas de casais gays.

Dia 20/6
19h — O Bella Vista (Uruguai, 2012, de Alicia Cano Menoni). Documentário sobre a antiga sede de um time de futebol, em pequena cidade uruguaia, que, depois de abandonado, foi transformado em uma boate de travestis.

20h20 — Ursinho  (França/Brasil, 2017, de Stéphane Olijnyk). O média-metragem (45 minutos) conta a história de um morador de favela do Rio de Janeiro, negro, gordo e gay, que fantasia com um belo rapaz que viu enquanto fazia a faxina na casa de um homem idoso.

Dia 21/6
19h — Rosa Morena (Dinamarca/Brasil, 2010, de Carlos Augusto de Oliveira). Arquiteto dinamarquês viaja a São Paulo em busca de uma criança que possa adotar. Conhece então uma mulher pobre que está na terceira gravidez e está disposta a doá-lo o bebê.

Dia 22/6
18h30 — A Morte e Vida de Marsha P. Washington (Estados Unidos, 2017, de David France). O documentário, produzido pela Netflix, retrata a vida da travesti icônica de Nova York, militante gay, cujo assassinato nunca foi esclarecido.

20h30 — Garotas Perdidas (Suécia, 2016, de Alexandra-Therese Keining). Três amigas adolescentes descobrem uma flor misteriosa e ao beber seu néctar, suas vidas se transformam e a amizade é colocada à prova.

Dia 23/6
16h — Diferente dos Outros (Alemanha, 1919, de Richard Oswald). O filme mudo conta a história de um violinista de sucesso que se apaixona por um de seus alunos. Um dos primeiros filmes de temática homossexual a serem produzidos.

17h — A Rainha da Irlanda (Irlanda, 2015, de Conor Horgan). O documentário acompanha a drag queen irlandesa Pantl Bluss, durante a preparação para o histórico reverendo sobre a aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Irlanda.

18h45 — O Padre (Reino Unido, 1994, de Antonia Bird). Transferido para uma paróquia em Liverpool, padre descobre a própria homossexualidade ao se apaixonar por um rapaz. Ao mesmo tempo, lida com o problema de uma jovem abusada pelo pai.

Dia 24/6
15h — Barcelona. Noite de Verão (Espanha, 2013, Daniel de la Orden — foto no alto). Seis histórias se cruzam numa noite de verão em Barcelona, entre elas a de dois colegas de futebol que vivem uma relação secreta.

16h45 — Sou Todo Teu (Bélgica, 2014, de David Lambert). Rapaz argentino viaja a pequena cidade belga para conhecer o dono de uma padaria, que conheceu pela internet. Mas as ideias que cada um deles faz de uma relacionamento são bem diferentes.

18h30 — Transit Havana (Países Baixos, 2016, de Daniel Abma). Documentário sobre dois cirurgiões plásticos, um holandês e um belga, que uma vez por ano viajam a Havana para realizar cirurgias em cinco transexuais cubanos.

O Festival Internacional de Cinema LGBTI faz parte das ações promovidas em Brasília para o Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia (17 de maio) pelas missões diplomáticas em Brasília e Organização das Nações Unidas (ONU) no Brasil.

______________________________

3º Festival Internacional de Cinema LGBTI
De 18/6 a 24/6, em diversos horários, no Sesc Presidente Dutra (Edifício Presidente Dutra, Setor Comercial Sul). Entrada franca.

Anúncios