Ignácio de Loyola Brandão e a sociedade de consumo

O escritor Ignácio de Loyola Brandão passa por Brasília nesta terça-feira (29/5) para participar, às 19h, da série Diálogos Contemporâneos, que tem levado personalidades, filósofos e intelectuais brasileiros para debates no Museu Nacional.

No encontro, o autor de livros como Não Verás País Nenhum e O Menino que Vendia Palavras deixa a ficção de lado para falar de um tema muito presente no cotidiano atual: A cultura do descarte, a sociedade de consumo e a tragédia do meio ambiente.

A missão do escritor será levar a plateia a refletir sobre a desenfreada produção de lixo provocada pelos hábitos de uma sociedade em que os indivíduos são constantemente incentivados a consumir e descartar, com graves consequências para o planeta.

Coleta de lixo
Consumo desenfreado = produção de lixo alarmante

A série Diálogos Contemporâneos reúne 10 conferências sobre tópicos que envolvem a complexidade, os problemas e a diversidade do Brasil atual. Os encontros seguem até 12 de junho, sempre com entrada franca.

O próximo convidado é o jornalista econômico Luís Nassif (5/6), que vem falar de Mobilidade social e empreendedorismo — O estado, o mercado e as possibilidades de superação das desigualdades e de ascensão social na sociedade brasileira.

A antropóloga Mirian Goldemberger encerra a série no dia 12/6 com a palestra O Espaço do amor e da afetividade nas grandes cidades, na qual trata sobre duas das condições humanas mais preocupantes do século 21: a depressão e a solidão.

___________________________________

Diálogos Contemporâneos — Ignácio de Loyola Brandão
Dia 29/5 (terça), às 19h, no Museu Nacional da República (Eixo Monumental). Entrada franca (sujeito a lotação). 

 

Anúncios