Sidra para tomar no bar, em qualquer época do ano

Por Carolina Valadares (*)
Publicada originalmente no  blog Sucupira

No Brasil, não temos o hábito de beber Sidra, bebida mais comum na França e em outros países europeus, feita a partir de maçã e fermentada. Não falo aqui da Sidra que fez sucesso nos anos 80 nas festas de reveillón, mas de uma mais refinada, que lembra de longe uma cerveja.

A Sina Hard Cider foi lançada ano passado no Brasil e  chegou recentemente à capital. Quem trouxe a novidade é a Imagina Juntos, uma distribuidora de dois sócios que moram em Brasília e estão de olho em bebidas novas e diferenciadas.

A novidade já está em bares como o Loca Como tu Madre (306 Sul), Ricco Burger (306 Sul), Na 15 Bar (Lago Sul), no Jamon Jamon (109 Norte)e agora no Miríade (711 Norte). A Sina chega ao mercado com preço médio de R$ 15,00 em bares e restaurantes.

Paulo Stefanini e José Eduardo Barboza
Paulo Stefanini e José Eduardo Barboza,. da Imagina Juntos

A Sina Hard Cider é uma bebida leve, refrescante e com 5% de álcool. Ela pode ser acompanhada por pratos leves como peixes, frutos do mar, aves e massas, mas também contrasta muito bem com pratos mais fortes, como carnes de porco ou típicos petiscos de boteco.

Feita de maçãs 100% brasileiras, a receita é de um mestre sidreiro inglês radicado na África do Sul. As sidras vivem uma fase de ampla popularidade e ganham força no novo mundo, com movimento alavancado pelos EUA, o maior produtor mundial.

Paulo Stefanini, 25, e José Eduardo Barboza, 24, estão à frente da Imagina Juntos. De olho no que é feito com inovação e qualidade no Brasil em termos de bebidas, eles querem diversificar os cardápios e o paladar dos brasilienses.

Sina Hard Cider2

Eles já trouxeram para Brasília outras bebidas diferentes, como a Jovi, uma água saborizada com gás, frutas e álcool orgânico, e Tiiv, uma vodka orgânica, e Babuxca, uma cachaça com mel e frutas, em vários sabores.

Os sócios da Imagina Juntos apostam na valorização do produto nacional. “Só apuramos o paladar experimentando sabores novos, e apostar somente em produtos importados em busca de qualidade é um erro”, garante Paulo, responsável pelo comercial e marketing.

( * ) Carol Valadares Sucupira é jornalista com vasta experiência em assessoria de imprensa e desde dezembro de 2016 vem explorando o lado mais agradável de Brasília em deliciosas matérias em seu blog, o Sucupira — O Lado B de Brasília. Acesse o link que lá tem outras descobertas interessantíssimas da Carol

Anúncios