Conhece uísque turfado? E uísque fantasma?

Notícias esquisitas para nós que não somos experts no tema: o Johnnie Walker lançou uma edição especial de uísques “fantasmas” e o The Famous Grouse sai em uma versão “turfada”. Não tem como conter a curiosidade de saber o que, afinal, é isso. Pois bem…

Este mês, sai uma série de edições especiais batizada de Johnnie Walker Blue Label Ghost and Rare, feitas com uísques raros de destilarias fantasmas. “Fantasmas” porque fecharam há muito tempo mas ainda mantêm bebidas que atendem aos padrões da marca.

O primeiro deles é da destilaria Brora, fundada em 1819, na Escócia, e que fechou em 1983. São apenas 5 mil garrafas no mundo todo e 222 no Brasil. E até que não é tão cara para tanta exclusividade: R$ 1.700 a garrafa (preço sugerido).

Já a versão “turfada” do The Famous Grouse é o seguinte: são maltes turfados, ou seja, um malte que em seu processo de secagem utiliza a turfa, um tipo de carvão vegetal. Adicionado à bebida, esse malte lhe um toque defumado.

O processo é meio complexo e inclui o uso de barris de carvalho europeu e barris de carvalho americano (que eram utilizados na produção de xerez). Eles ajudam a dar o caráter bem equilibrado do uísque e a dar sabor consistente às combinações de maltes.

Esses precisam envelhecer juntos por até seis meses para harmonizar. E tudo isso foi feito para se produzir o The Famous Grouse Smoky Black, que está chegando ao mercado com preço sugerido de R$ 89,90.

Anúncios