Onde Nascem os Fortes tem um ótimo começo

Por Rosualdo Rodrigues
Editor do Boníssimo

A Globo anuncia para a próxima semana a estreia de Onde Nascem os Fortes, sua nova super-série, no horário pós-Big Brother Brasil. O primeiro capítulo vai ao ar na segunda (23/4), mas já está disponível para assinantes do Globoplay.

É um aperitivo e tanto. Cumpre as funções que se espera de um episódio inaugural. Eficiente desenho dos personagens, clara ambientação da história e ganchos suficientes para que o espectador espere com ansiedade os próximos capítulos.

A trama, escrita por George Moura e Sergio Goldenberg, é promissora. Usa o gancho clássico do casal apaixonado que tem de enfrentar os conflitos entre suas respectivas famílias. No caso, Maria (Alice Wegmann) e Hermano (Gabriel Leone).

Onde Nascem os Fortes
Patricia Pillar é Cássia, uma mãe em busca do filho desaparecido

E os conflitos partem de uma tragédia: o desaparecimento de Nonato (Marco Pigossi), irmão gêmero de Maria, atribuído ao pai adotivo de Ermano, o poderoso empresário Pedro Gouveia (Alexandre Nero).

Para resolver o mistério em torno do filho, a engenheira química Cássia (Patrícia Pillar) se muda com a filha para a pequena Sertão, sua cidade natal e lugar onde o rapaz desapareceu.

Aí vão aparecer tipos como o juiz Ramiro Curió (Fábio Assunção), o líder religioso Samir (Irandhir Santos), a performática Shakira do Sertão (Jesuita Barbosa), Rosinete (Debora Bloch), mulher de Pedro, e o delegado Plínio (Enrique Diaz), de caráter duvidoso.

Onde Nascem os Fortes
Pedro Gouveia (Alexandre Nero) e Plínio (Enrique Diaz): o todo-poderoso e o delegado suspeito

Em Onde Nascem os Fortes, o autor George Moura, agora em parceria com Sergio Goldenberg, retoma a ideia de explorar um Nordeste moderno, o que já havia feito em Amores Roubados (2014).

E também da mesma forma que Amores…, a nova super-série é realizada sob comando de José Luiz Villamarim, que assina a direção artística. A direção geral é de Luisa Lima. Walter Carvalho fez a fotografia e dividiu a direção Isabella Teixeira.

No sertão de Moura e Goldenberg, motos substituem burros, as veredas viraram trilha de mountain bike, o sinal do celular pega em áreas mais desertas e os atores não precisam falar com sotaque forçado e caricato.

Onde Nascem os Fortes
O líder religioso Samir (Irandhir Santos) comanda a comunidade Lajedo dos Anjos

Com 60% das gravações feitas em externas, a maior parte no interior da Paraíba, Onde Nascem os Fortes justifica de saída a escolha das locações.  O ambiente dita o ritmo contemplativo da narrativa e na luminosidade da fotografia de Walter Carvalho.

Dizer que parece cinema virou um clichê para elogiar um produto televisivo — vazio, já que não basta ser cinema para ser bom. Mas no caso do episódio de estreia da nova super-série da Globo, ele pode ser entendido no melhor sentido.

Anúncios