Qual o melhor serviço para ver filmes e séries?

Não, não estamos recomendando a ninguém boicotar a Netflix por causa disso ou daquilo. Mas o fato é que o serviço não é a única alternativa quando se trata de ver filmes e séries em streaming, na tevê, no celular (via app) ou no notebook.

Tem Prime Vídeo (da Amazon), Now, MUBI, Google Play… Cada um com suas particularidades e alguns destinados a públicos de gostos específicos. E olha que o Hulu, que produziu “This is Us” e “O Conto da Aia”, ainda nem chegou por aqui.

Amazon Historia

Todos oferecem período de degustação. Portanto, você mesmo pode experimentar e descobrir qual o melhor para seu caso. Conheça os principais deles, suas vantagens e desvantagens e quanto custam.

Amazon Prime Vídeo
O serviço da Amazon é bem parecido com o da Netflix — até na forma de navegação. Tem produções originais de gêneros variados, sobretudo séries. Entre elas a comédia de época “Maravilhosa Senhora Maisel”, o suspense “Mr. Robot”, a ficção científica “Deuses Americanos”, baseada em livro de Neil Gaiman, e a primeira experiência de Woody Allen no formato de episódios, “Crise em Seis Cenas”. O catálogo de filmes também é eclético, incluindo tanto produções mais comerciais quando os ditos de arte ou independentes.
Desvantagem: o acervo, aparentemente, ainda é inferior ao da Netflix em número de titulos.
Vantagem: a mensalidade é mais em conta; permite assistir off-line.
Quanto custa: após sete dias de teste gratuito, R$ R$ 7,90 mensais no primeiros seis meses. Após esse período, R$ 14,90 por mês.

Crackle
Também tem séries originais tão viciantes quanto as da Netflix, a exemplo de “Absentia”, sobre uma agente do FBI encontrada quase sem vida em uma cabana abandonada, seis anos após seu desaparecimento. Na parte de filmes, é mais indicado para quem gosta de cinemão, com muitos títulos de sucesso nas telas, como “O Hobbit” e “As Tartarugas Ninja”, e um ou outro achado das antigas, tipo “O Mariachi” e “Conta Comigo”.
Desvantagem: acervo ainda limitado.
Vantagem: não precisa baixar app para assistir na tevê, dependendo de sua operadora. Assinantes da Net podem assisti-lo via Now, por exemplo.
Quanto custa: R$ 14,90 por mês.
Onde ver: Tevê (Now), app, computador.

Netflix
Não é preciso dizer muito. É o mais popular serviço de streaming no momento, tem as séries mais comentadas e cada vez mais produções próprias, feitas em diferentes países, o que traz uma diversidade saudável ao catálogo.
Desvantagem: tem lançado tantas séries que não dá para acompanhar todas, além disso tem priorizado muito mais esse formato do que o de filmes.
Vantagem: ainda é, de longe, o melhor catálogo de streaming disponível permite assistir off-line.
Quanto custa: R$ 19,90 (básico) a R$ 37,90 (Premium, que libera até quatro telas de visualização simultânea em ultra HD). Também há sistema de cartões pré-pagos.

MUBI
Este é para cinéfilos de carteirinha. Filmes cult, clássicos e independentes de diferentes nacionalidades, recentes ou antigos, formam o catálogo do serviço, nem todos legendados. É quase como ter um cineclube em casa. Há sempre 30 filmes liberados para o assinante assistir. Atualmente estão lá, por exemplo, “Dois Amigos”, do francês Louis Garrel, o português “”A Cara que Mereces”, de Miguel Gomes (“Tabu”) e o peruano “El Mudo”, de Daniel e Diego Vega.
Desvantagem: é muito caro e os filmes permanecem no catálogo por um tempo bem mais curto do que nos outros serviços; nem todos os filmes são legendados. Além disso, há um acervo à parte, cheio de bons títulos, mas que o assinante tem que pagar um extra para assistir (US$ 2,99).
Vantagem: tem uma criteriosa seleção de títulos e o número limitado é um incentivo para você ver o máximo que pode; permite assistir off-line.
Quanto custa: US$ 8,99 (cerca de R$ 27) por mês ou  US$ 71,88 (cerca de R$ 288) por ano. Mais US$ 2,99 por filme do catálogo especial.

Philos
É especializado em filmes e séries documentais sobre arte, cinema, biografias, história e espetáculos musicais. Estreou recentemente bons títulos, como “Visages Villages”, de Agnés Varda e JR., e “Eu Não Sou Seu Negro”, de Raoul Peck, e “Bansky Does New York”, de Chris Moukarbel.
Vantagem: conteúdo de qualidade, para quem busca conhecimentos mais profundos.
Desvantagem: é específico demais e é quase certo que você vai ter que pagar outro serviço para ter conteúdo de entretenimento.
Quanto custa: após acesso grátis por 30 dias, R$ 21,90 mensais.

Google Play
É uma grande loja virtual onde você pode acessar não somente filmes, mas também e-books, música e aplicativos. O acervo de filmes privilegia os blockbusters ou sucessos dos cinemas, como os recentes “Liga da Justiça”, “Star Wars: Os Últimos Jedi” e “Assassinato no Expresso do Oriente”. Você pode alugar, para assistir dentro de um prazo, ou comprar, para download definitivo.
Vantagem: você não paga mensalidade, somente o que consome; permite download para assistir off-line.
Destavantagem: sai muito caro para quem é viciado em filmes.
Quanto custa: o aluguel vai de R$ 6,90 a R$ 16,90.

Now
Quem assina a Net tem acesso ao Now, mas muita gente ainda desconhece o potencial do serviço, que cobra por filme assistido, mas oferece também um grande número de opções se ônus. Os filmes são geralmente bem recentes (“Extraordinário” e “Roda Gigante”, o mais recente de Woody Allen, já estão lá). Mas quando você clica em Programas de TV, tem acesso a programas de todos os canais incluídos em seu pacote — incluindo filmes e séries, no caso de HBO, Telecine e Canal Brasil, por exemplo. A série “Rua Augusta”, do TNT, estreou lá antes. No Now também pode-se assistir aos títulos do Cracker e do Philos (pagos à parte).
Vantagem: uma variedade grande, não só de filmes, mas também de programas de tevê já exibidos; muitos filmes que acabaram de sair dos cinemas.
Desvantagem: tem que ser assinante da Net e pagar, portanto, a mensalidade mais a taxa por filme.
Quanto custa: mensalidade da Net (dependendo de seu pacote) + taxa por filme, que vai de R$ 3,75 (em promoção) até R$ 16,90. É preciso também pagar à parte a mensalidade de serviços como Cracker e Philos.

Globo Play
Além de assistir a telenovelas, programas e telejornais da Globo na hora em que você quiser, após a exibição, o serviço antecipa séries e telenovelas que vão estrear no canal aberto. Essas produções também permanecem no serviço por um longo período, isso torna possível assistir ainda hoje a títulos como “Entre Irmãs”, “Os Dias Eram Assim”, “Felizes Para sempre?” e “Verdades Secretas”, por exemplo.
Vantagens: a chance de ver ou rever séries e novelas que passaram há tempos; o preço é em conta; pode baixar o aplicativo na tevê.
Desvantagem: é limitado à programação da Globo; a navegação não é tão prática quanto a Netflix e a Prime Vídeo, por exemplo.
Quanto custa:  R$ 12,90 mensais

Anúncios