“O Imortal”: Borges pelos Irmãos Guimarães

“O Imortal”, um dos títulos da coletânea de contos “O Aleph”. publicada pelo escritor argentino Jorge Luís Borges (1899-1986) em 1949, é a base do novo espetáculo dos irmãos Fernando e Adriano Guimarães.

Com dramaturgia dos Guimarães e do dramaturgo e crítico teatral Patrick Pessoa, protagonizado por Gisele Fróes, o monólogo faz sua estreia nacional nesta sexta-feira (2/3), no CCBB Brasília, ficando em cartaz na Galeria 4 até o dia 25 de março.

Atriz conhecida pelas atuações em novelas de TV (“A Força do Querer” e “A Favorita” entre outras), a carioca Gisele Fróes tem também um longo currículo no teatro. Já trabalhou com diretores como Aderbal Freire-Filho, Moacyr Góes e Domingos Oliveira.

O imortal_ (3) credito_ ismael monticelli - B

Mas pela primeira vez atua num monólogo. Foi ela quem primeiro se apaixonou pelo conto e sentiu vontade de adaptá-lo apara o palco. Em meados de 2015, se juntou aos Guimarães e a Patrick Pessoa na pesquisa para a montagem.

O quarteto estudou outros contos e ensaios do autor e encontrou interesse especial em um, “A Imortalidade”, escrito quase 30 anos depois de “O Imortal”. Essa “filosofia da imortalidade” de Borges acabou sendo a espinha dorsal do espetáculo.

Em “O Imortal”, uma mulher recebe de um antiquário seis volumes da tradução inglesa da “Ilíada”, de Homero. Dentro do sexto volume, encontra um manuscrito, o relato autobiográfico de Marco Flamínio Rufo, tribuno militar do Império Romano.

No século III d.C., Rufo partiu em busca da Cidade dos Imortais e do rio que purificaria da morte todo aquele que bebesse de suas águas. A atriz compartilha com o público o relato fantástico, fazendo todos os personagens.

A narrativa acompanha a tempestuosa  trajetória do tribuno desde seu encontro com um estrangeiro que lhe revela a existência do rio e da cidade, até as inúmeras tentativas de encontrá-los nas paisagens desérticas mais terríveis.

___________________________________________________________________

“O Imortal”
De 2/3 a 25/3, quinta a domingo, às 20h (sessão extra dia 25 de março, às 17h), no Centro Cultural Banco do Brasil (Setor de Clubes Esportivos Sul). Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). A Classificação indicativa é 12 anos.

 

Anúncios