10 discos para incluir na sua playlist de verão

Verão é a estação da leveza. Época em que mesmo quem está longe do mar deseja como nunca estar ao ar livre, e busca sombra e água fresca para aplacar a fúria do sol. É também uma estação, por excelência, musical. Então eis 10 lançamentos recentes que podem incrementar sua playlist, no fone de ouvido ou na festinha:
CD Everything Now Arcade Fire“Everything Now”, Arcade Fire
A banda canadense está cada vez menos soturna e dramática. Este quinto álbum do grupo abre com uma faixa — que dá título ao disco — incrivelmente dançante. Tanto que a música ganhou logo um remixe do Bomba Estéreo que ficou superverão.

CD Eterno verão Mahmundi

“Eterno Verão”, Mahmundi
A começar pelo nome, o terceiro disco da cantora carioca é moldado para dias ensolarados. Para ouvir deitado na rede ou dançando no meio da sala. A voz aveludada de Mahmundi também rendeu uma versão ótima de “Tarde em Itapuã”, há um ano, que pode ser tema de qualquer verão.

CD LOW_IN_HIGH_SCHOOL_ Morrissey

“Low in High School”, Morrissey 
Estranho associar a leveza do verão e o senso crítico de Morrissey. Mas o som desse inglês ranzinza e genial fica bem em qualquer estação. “Low in High School” emenda boas canções e desliza nos ouvidos.

CD Nao me Provoca Lia Sophia

“Não me Provoca”, Lia Sophia
Na hora da festa, pode incluir a paraense na playlist sem medo de errar. Os ritmos do Norte em roupagem pop, pra gente se acabar de dançar.  Com participações de Ney Matogrosso, Pedro Luís e Paulinho Moska.

CD Callme Imelda May

“Call me”, Imelda May
A irlandesa Imelda May é cantora bem versátil, vai do folk ao rock, do country ao blues, e se sai bem em tudo que canta. É daquelas vozes que facilmente se modam a diferentes estilos. E neste disco, em particular, está inspiradíssima. Jeff Beck toca com ela em “Black Tears”.

CD Letrux em Noite de Climão

“Letrux em Noite de Climão”, Letrux
Simplesmente, o melhor disco de 2017. O primeiro solo de Letícia Novaes, ex-Letuce, é porrada num sentido muito particular de porrada… Como dizer? Só ouvindo pra saber. Letras inteligentes, versos inusitados e canções que te pegam de primeira. Você vai cantar junto, pode crer.

CD Utopia Bjor

“Utopia”, Björk
Um disco mais fácil de ouvir do que os últimos da Björk. Em alguns momentos, chega até a lembrar a Björk dos primeiros anos de carreira solo, mais pop e alegre. Mas é ainda viajandão como só a islandesa sabe ser.

CD Cicero e Albatroz

“Cícero & Albatroz”, Cícero
Em seu quarto disco, Cícero conta com o apoio da banda Albatroz. A parceria, digamos, “levantou” a música de Cícero. Sem largar o estilo intimista, as canções ganharam uns graminhas a mais de peso nos arranjos.

CD The_Architect__by_Paloma_Faith

“The Architect”, Paloma Faith
A cantora londrina adora arranjos meio retrô, orquestrais, kitsch, que combinam perfeitamente com sua voz peculiar. Dá até para lembrar Amy Winehouse,,, Mas Paloma é Paloma desde o primeiro disco, o ótimo “Do You Want the Truth or Something Beautiful?”

CD Acrilico Nina Becker

“Acrílico”, Nina Becker
Samba, jazz e bossa ditam o clima geral nas 12 faixas deste álbum de canções autorais — compostas por Nina Becker com diversos parceiros. Um disco sofisticado, em que a voz suave da cantora se harmoniza com arranjos bem elaborados e nada óbvios.

Anúncios