O capitalismo em duas lições, na Netflix

O capitalismo está em cheque? Karl Marx tinha razão? Antes de entrar em qualquer discussão sobre o assunto, assista a estes dois documentários disponíveis na Netflix. São bem interessantes e esclarecedores, didáticos até.

Os filmes de Sari Gilman & Jacob Kornbluth e Michael Moore convergem num ponto: o aprofundamento do abismo entre os que têm tudo e os que não têm nada (maioria cada vez mais esmagadora) está nos levando a inevitável colapso.

“Salvando o Capitalismo”
Os diretores Sari Gilman & Jacob Kornbluth transformam em filme o livro homônimo de Robert Reich, secretário de trabalho nos Estados Unidos no governo Clinton e professor de Berkeley. O próprio Reich conduz o documentário, mostrando como o “compadrio” entre as corporações e o governo deixa o povo mais e mais alijado do exercício do poder.

“Capitalismo, uma História de Amor”
O sempre polêmico Michael Moore (“Tiros em Columbine”, “Fahrenheit 11 de Setembro”) dá uma explicação, à sua maneira, do que é o sistema econômico baseado na livre iniciativa. A utilização de filmes antigos cria sequências hilárias desde a primeira cena. Vale lembrar que sutileza e imparcialidade não são características de Moore.

Anúncios