10 coisas para fazer em Brasília até domingo (19)

O feriado em plena quarta-feira foi, certamente, foi uma chance de restabelecer as forças e chegar ao fim de semana com mais disposição para sair de casa. Portanto, vai aqui uma seleção de programas que rolam em Brasília até domingo (19/11) e merecem uma conferida:

Maitê Proença, “A Mulher de Bath”
Dirigida por Amir Haddad, Maitê (foto no alto) interpreta uma mulher de grande experiência que, à beira de uma estrada, na Inglaterra medieval, conta sua história. Cinco casamentos,  vinganças, traições e um profundo conhecimento do humano pontuam  a narrativa. A Mulher de Bath é uma personagem dos “Contos da Cantuária”, do inglês Geoffrey Chaucer (1343-1400). A tradução de José Francisco Botelho usa elementos da cultura popular brasileira para reviver a grandeza da Idade Média.
No Teatro dos Bancários, sábado (18/11), às 21h, e domingo (19/11), às 19h, no Teatro dos Bancários. Ingressos de R$ 40 a R$ 100, no site Bilheteria Digital.

Dragão Floresta Abundante

Programa duplo no CCBB
Dois bons motivos para ir até o Centro Cultural Banco do Brasil por estes dias são as exposições “Dragão Floresta Abundante” (foto acima), de Christus Nóbrega, e File — Festival Internacional de Linguagem Eletrônica. Christus apresenta uma leitura muito pessoal da China a partir da sua vivência no país, onde esteve fazendo uma residência artística. Sobre o File já falamos antes. Leia aqui.
No Centro Cultural Banco do Brasil. Todos os dias (exceto segunda), das 9h às 19h. Entrada franca.

Michael Melo/Divulgação

“Virilhas”, em nova montagem
É o último fim de semana da peça, uma intensa história de amor, paixão e sexo vivida por dois personagens que ficam nus o tempo todo em cena. “Estão nus para representar a vitória do corpo sobre a pudor mal-cheiroso e a pálida moral dos infelizes”, diz Alexandre Ribondi, autor e diretor. Em montagens anteriores do texto, o casal já foi interpretado por dois homens, por duas mulheres e por um homem e uma mulher. Desta vez, os papéis cabem a Fernando Oliveira e Luís Ferrara. No fim das contas, amor não tem sexo.
Na Casa dos Quatro (708 Norte), sexta a domingo, às 20h. Ingressos a R$40 (inteira) e R$ 20 (meia). Informações: 98425-6885.

Ana Sucha retorna, agora com banda
A cantora carioca-brasiliense já apresentou por aqui shows contagiantes, sozinha, tocando o violão e operando apetrechos eletrônicos. Desta vez, vem com banda e promete “um show revigorado e com mais pressão”, além de repertório repaginado. Claro que não faltarão as deliciosas músicas de seu álbum de estreia, “Inês”. Antes dela, toca a carioca Mari Blue, mostrando músicas do disco “Fruto da Flor”.
No Canteiro Central (Setor Comercial Sul), domingo (19/11), às 20h. Ingressos antecipados a R$ 15, no site Sympla. Na hora, R$ 25.

Tango argentino feito na Suíça
O quintetoTango Sensations, formado em 2006 na cidade de Sion, é composto por Stéphane Chapuis (bandoneon), Johanna Hernandez (violino), Elise Lehec (viola), Tomás Hernandez (violino) e Janaina Salles (violoncelo). Apaixonados pelo tango e, em especial, pela música de Astor Piazolla, eles a recriam no formato quarteto de cordas + bandoneon. Em turnê pelo Brasil, o grupo traz na bagagem o disco “Milonga Loca” (2009) e uma coleção de críticas elogiosas.
Na Casa Thomas Jefferson (706/906 Sul), sexta (17/11), às 20h. Entrada franca.

Maratona de churrasco e rock’n roll
O Churrasck´n´Roll 2017, dos mesmos organizadores do Porão do Rock, promete 10 horas de rock, churrasco e cerveja. Para isso, 14 bandas foram escaladas, entre veteranas e novatas. Apresentam-se, pela ordem, Passo Largo, Kotme, Rash, Darshan, Iron Maythem, Cachorro Cego, Kiko Peres, Motörband, Breezy Rodio, Distintos Filhos, Plebe Rude, Quatro Estações, Pig Four e Celebration Band.
No CongressHall (Clube do Congresso, QI 16 do Lago Norte), sábado (18/11), das 15h à 1h. Ingressos a R$ 240 (área open bar/open food) e R$ 110 (área somente open food), à venda nas lojas Koni Store e no site Bilheteria Digital.

Stephen Frears de volta à realeza
O diretor de “A Rainha” (2006) volta a retratar personagens da realeza britânica na tela, em “Victoria e Abdul — O Confidente da Rainha”, uma das estreias desta semana nos cinemas. É a história da amizade omprovável entre a rainha Vitória (Judi Denc) e o humilde indiano Abdul Karim. As críticas ao filme não são animadoras, mas vale a ida ao cinema, seja trajetória de Frears ou pela sempre ótima Judi Dench.
A partir desta quinta (16/11), em vários cinemas.

Cidadão Instigado faz 20 anos
A banda cearense está numa tour com show comemorativo às duas décadas de carreira. No repertório, repassa parte de sua discografia. Ou seja, o EP “Cidadão Instigado”, de 2000, e os álbuns “O Ciclo Da Dê.Cadência” (2002), “Cidadão Instigado e o Método Tufo De Experiências” (2005), “Uhuuu!” (2009) e “Fortaleza” (2015). A noite terá também discotecagem de clássicos do rock com o DJ Montana.
No Outro Calaf (Setor Bancário Sul), domingo (19/11), às 19h. Ingressos a R$ 40 no site Sympla.

Reprodução YouTube

Celebração afro-brasileira
O projeto Agô – Samba e Ancestralidade estreou no feriado (15/11) com palestra e show de Nei Lopes e segue até segunda-feira (20/11) com um show por dia, na Caixa Cultural. Nesta quinta (16/11) tem Filhos de Dona Maria; na sexta (17/11), Mateus Aleluia; nao sábado (18/11), Teresa Lopes; no domingo (19/11), Glória Bomfim, e na segunda a programação encerra com cortejo com Grupo de Percussão Afro Omô Ayo e show de Fabiana Cozza.
No Teatro da Caixa Cultural (Setor Bancário Sul), até dia 20/11 (segunda). Quinta a sábado, ás 20h; domingo e segunda, às 19h. Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), na bilheteria do teatro.

Anúncios