“French Touch”: Carla Bruni, equívocos e delícias

Carla Bruni lança “French Tocuh”, um disco de covers onde reinterpreta músicas de Depeche Mode, Mick Jagger, AC/DC, e Abba, entre outros. O título já diz ao que ela se propõe.

As músicas são recriadas ao modo cool típico das cantoras francesas, entre o suave e o sensual, clima jazzy… Em algumas faixas dá certo, em outras as recriações podem soar equivocadas, mas, mesmo assim, “French Touch” é uma delícia de se ouvir.

French Touch2Na lista dos equívocos pode-se incluir a dramaticidade que ficou fora de “The Winner Takes It All”, do Abba, ou a amaciada em “Highway to Hell”, um provável sacrilégio para os fãs do AC/DC. Mas se a ideia é dar o toque francês, tá explicado.

A ex-supermodel e ex-primeira dama da França não engana ninguém. Anuncia sua proposta de cara. Além disso, não é cantora que se apoie nos requisitos citados. Tem seus méritos.

E isso ela mostra em deliciosas versões de “Enjoy the Silence”, do Depeche Mode, e “Miss You”, dos Rolling Stones, por exemplo.  “Perfect Day” não chega nem aos pés do original de Lou Reed, mas ela compensa ressuscitando a maravilha kitsch “Stand By Your Man”, de Tammy Wynette. Fica elas por elas.

 

 

Anúncios