Panela Candanga revela sabores do cerrado

Mayara Senise/Divulgação

A frutinha na foto no alto é o cajuzinho do cerrado, espécie bem menos conhecida do que o caju do Nordeste, embora seja tão saboroso quanto — na verdade, é até mais doce e não tem aquele travo do seu parente famoso.

Pior é que mesmo em sua região de origem o cajuzinho do cerrado ainda é ignorado por muita gente. Tampouco é o único nessa situação. São muitos os produtos do bioma desconhecidos no resto do país e até por moradores da região.

Procurando diminuir essa falta de conhecimento, três chefs de Brasília promovem uma série de ações na tentativa de dar visibilidade a essas delícias ainda despercebidas. À iniciativa deram o nome de Panela Candanga.

Mayara Senise/Divulgação
Chefs Mara Alcamim e Gil Guimaraes com o produtor Armando Sobral, da Cabra Chic

Nesta quinta-feira (26/10), Mara Alcamim (Universal), Francisco Ansiliero (Dom Francisco) e Gil Guimarães (Baco Pizzaria e Parrilla Burger) estarão em São Paulo, com um matulão de gostosuras do cerrado para apresentar no Mesa Tendências.

Além do cajuzinho do cerrado, maracujá pérola, limão imperial chinês, embutidos artesanais produzidos por Léo Hamu e queijos de cabra da Cabra Chic farão parte das receitas preparadas pelo trio no evento.

Esses ingredientes são os primeiros catalogados numa plataforma virtual que será lançada também no evento paulista. Ela vai reunir dados sobre produtos, como modo de cultivo ou produção, safra, onde encontrar, contatos dos produtores e/ou agricultores.

Mayara Senise/Divulgação
Léo Hamu participa do projeto com embutidos e sua famosa carne de lata

Na plataforma, os usuários podem não só obter informações, ver fotos e vídeos sobre os itens catalogados, como podem acrescentar informações e sugerir outros produtos. “Ela não é propriedade nossa. Estamos apenas lançando e deixando para que outros chefs desta e de próximas gerações possam enriquecè-la”, diz Gil Guimarães.

Quem quiser provar os sabores do cerrado tem uma chance no festival Panela Candanga, que começou na última segunda-feura (23/10) e prossegue até 5 de novembro.

Nesse período, os restaurantes Universal, Dom Francisco, Baco Pizzaria, Oliver e Sallva Bar & Ristorante receitas (de principais a sobremesas) feitas com ingredientes do cerrado. Os preços vão de R$ 30 a R$ 59.. Confira o cardápio do festival:

Baco Pizzaria - Pizza Panela Candaga - Foto4 de Mayara Senise

BACO PIZZARIA
408 Sul, (61) 3223-0323, e 309 Norte, (61) 3551-0001.
Jantar
Pizza Panela Candanga (aspargos frescos da Vargem Bonita, Pancetta, Fior di Latte laticínio Xique Xique, ovo caipira e pimenta-macaco.  R$ 59 (grande – oito fatias)

DOM FRANCISCO
Setor de Clubes Esportivos Sul, Asbac, (61) 3226-2005.
Almoço e jantar
Frango ao molho de pequi e cajuzinho do cerrado (frango ao molho de pequi e cajuzinho do cerrado, acompanhado de arroz cremoso de ricota de cabra com toque de limão). R$ 59 (individual)

OLIVER
Setor de Clubes Esportivos Sul, Clube de Golfe, (61) 3323-5961.
Almoço e jantar
Pirarucu com crosta de castanha-de-baru, acompanhado de espaguete de palmito pupunha e molho de cagaita – fruta colhida no próprio restaurante. R$ 59 (prato individual).

RESTAURANTE UNIVERSAL
210 Sul, (61) 3443-2089
Almoço
Carne de lata, farofa goiana, mexido com linguiça caseira, maionese de chef, vinagrete de cajuzinho do cerrado e maracujá pérola do cerrado. R$ 59 (individual)

SALLVA BAR & RISTORANTE
Pontão do Lago Sul, (61) 3522-4352.
Almoço e jantar
Cheesecake do Cerrado (com cajuzinho, pequi e limão, com ganache de chocolate branco e sorbet). R$ 30.

Anúncios