Coleção Primeiros Passos nunca foi tão necessária

Recentes polêmicas envolvendo o conteúdo de exposições de artes visuais e espetáculos no Brasil fizeram surgir nas redes sociais uma legião de “críticos de arte”. Sem sequer terem visto a obra, e usando mais critérios morais que artísticos, pessoas se avexaram a opinar e dar seu veredito se era arte ou não.

Talvez não fosse assim se, antes, se dessem o trabalho de ler, pelo menos, um livrinho pequeno, “O Que É Arte”. Escrito por Jorge Coli, ele faz parte de uma coleção lançada no início dos anos 1980 pela editora Brasiliense, a Primeiros Passos.

À época, a editora convidou especialistas sobre diferentes assuntos para escrever livros sucintos, mas esclarecedores, para quem quisesse se iniciar em cada tema. Uma geração inteira se beneficiou dessa brilhante ideia, que rendeu nada menos que 161 publicações.

Os títulos da Primeiros Passos continuam em catálogo (podem ser comprados no site da Livraria Cultura, por exemplo) e alguns até estão disponíveis integral e gratuitamente on-line — entre eles, o citado “O Que É Arte”.

E o que isso tem de novidade? É que a coleção, passados 30 anos, nunca foi tão necessária quanto agora, quando o fluxo de opiniões nas redes sociais é proporcional à ignorância dos comentaristas sobre os temas em pauta.

Não seria o momento de a gente estudar pelo menos o bê-a-bá de cada assunto antes de cuspir argumentos infundados ou meros palavrões nas conversas virtuais? Aliás, nosso primeiro dever de casa seria ler “O Que É Ética”, de Álvaro L. M. Valls.

A partir daí, poderíamos entender “O Que É Moral” (Otaviano Pereira), “O Que É Parlamentarismo” (Rubem Cesar Keinert), “O Que É Aborto” (Danda Prado), “O Que é Agricultura Sustentável” (Eduardo Ehlers), “O Que São Multinacionais” (Bernardo Kucinski)…

Também seria essencial termos noções de “O Que É Candomblé” (João Clodomiro do Carmo), “O Que É Cidadania” (Maria de Lourdes Manzini Covre), “O Que É Cristianismo” (Ivone Gebara), O Que É Democracia” (Denis L. Rosenfield), “O Que É Transexualidade” Berenice Bento)…

Ninguém precisa ser expert em tudo, mas informações básicas já ajudariam a elevar o debate acima das sombras em que eles se desenrolam hoje em dia. Nesse aspecto, a Primeiros Passos pode ter uma utilidade até mesmo redentora.  Fica a sugestão.

//carnage1301.spider.ad?id=52321

Anúncios