Saiba como tomar vinho em dias quentes

Reprodução

Ainda nem é verão, mas o calor está aí. Para refrescar, vinho, por que não? Embora a maioria das pessoas tenha se acostumado a associar essa bebida ao frio, ela pode ser perfeitamente apreciada em altas temperaturas.

“Quem gosta de vinho pode seguir alguns truques para que a bebida fique mais refrescante”, ensina o sommelier paulistano Rodrigo Bertin, criador do projeto Vinho Mais, no qual compartilhar informações e desmitificar o vinho.

Segundo ele, o calor ainda tem a vantagem de ser propício aos vinhos mais baratos, geralmente leves, de menor gradação alcoólica. Os encorpados, usualmente mais caros, são recomendados para o inverno.

Aliás, uma das lutas de Rodrigo Bertin é acabar com a ideia de que vinhos e espumantes são caros. “Tem opções para todos os bolsos”, afirma. E é mesmo. Quer ver? Vá a uma adega e peça ajuda ao sommelier, dizendo até quanto você quer gastar.

Reprodução

Isso posto, Rodrigo dá cinco dicas para o consumo do vinho em dias de temperaturas elevadas:

Consuma os vinhos de 6ºC a 15ºC
Os vinhos brancos e rosés podem ser mais gelados. Já os tintos devem ser consumidos com temperatura próxima a 15ºC. “Ele mantém o sabor e vai ajudar a se refrescar com essa temperatura amena”, conta.

Tenha um balde de gelo por perto
“Deixe a garrafa no balde para evitar que ela esquente, ou então gele um pouco mais, deixando a garrafa na geladeira antes de consumir”, Rodrigo ensina. “Se a garrafa ficar gelada demais, espere o vinho recuperar um pouco da temperatura antes do primeiro gole”.

Espumantes são ótima escolha
“Eles são refrescantes e ainda combinam com a maioria dos petiscos e porções da praia, por exemplo”. Segundo o sommelier, o espumante ainda ajuda na disgestão”.

Faça coquetéis
Rodrigo Bertin cita Aperol Spritz, Sangria e Clericot como exemplos de coquetéis mais famosos que podem ser feitos com vinho. Acrescentamos o Tinto de Verano e o Porto Tônico. “Essas opções combinam com qualquer festa, até mesmo churrasco!”

Economize e escolha as uvas certas
Rodrigo diz que os tipos de vinho que combinam com o verão são os mais baratos. “Os mais caros, geralmente os mais encorpados, pedem por temperaturas mais quentes”. Para o calor, ele sugere uvas leves e com menos tanino, como Pinot Noir, Merlot e Gamay.

Anúncios