Carlinhos Brown: popular e ainda alternativo

Divulgação

O baiano Carlinhos Brown é um caso curioso: ao mesmo tempo em que pode ser visto como jurado do “The Voice”, na Globo, o que imediatamente o torna uma figura popular, não é um artista que lote ginásios no Brasil

Em Nova York para participar do Festival do Linboln Center, que começou no último dia 10 e segue até dia 30 de julho, ele fala sobre isso numa entrevista que deu ao correspondente da RFI na cidade.

“Embora eu seja muito conhecido no Brasil, sinto que minha música, no Brasil, é estrangeira (…. ) Por isso não me sinto representante da cultura brasileira quando me apresento fora” (Carlinhos Brown)

Na entrevista, ele fala ainda sobre assuntos como religiosidade (“Escolhi Deus, como uma doutrina ampla, não como um pensamento, uma doutrina específica”), “The Voice” e Anitta (“Ela é mais do que moda, ela é contemporânea”).

O bate-papo é bem logo e cheio de considerações interessantes do artista. E pode está reproduzido integralmente no site oficial da emissora. Vale a leitura.

Leia: Carlinhos Brown é uma das principais atrações de festival de verão de NY

 

Anúncios